Atividades 3 & 4

Atividades 3 & 4 – Elaboração de uma Pesquisa Empírica

  • Se soubessemos o que estamos fazendo, não seria chamado de pesquisa (A. Einstein)
  • — If you are not prepared to be wrong, you’ll never come up with anything original (Ken Robinson)

Você deve fazer um estudo de viabilidade a partir do objeto central da sua dissertação ou tese.

  • Qual a natureza de um estudo de viabilidade? A pergunta norteadora de um estudo de viabilidade é: “Será que um estudo sobre X é algo viável em termos de:
    1. pergunta/hipótese;
    2. acesso a participantes;
    3. procedimento;
    4. análise de dados;
    5. sustentação na / integração com a literatura;
    6. tempo disponível?
  • Sendo assim, a ênfase da sua pesquisa empírica nesta disciplina será na viabilidade do método, dos procedimentos. Consequentemente, NÃO interessa:
    • uma pesquisa com um número excessivo de sujeitos. Tratando-se de um estudo de viabilidade, algo em torno de 20 a 30 participantes será mais do que suficiente;
    • um pré-teste de alguma escala, nem o desenvolvimento de uma escala;
    • o aproveitamento de um estudo em andamento e do qual participa;
    • a re-edição de um estudo que faz (fez) parte das exigências de outra disciplina, a menos que seja uma réplica mostrando, inclusive, de que maneira o estudo nesta disciplina difere do estudo anterior, apresentando os dados originais como apêndice ao relato final desta pesquisa – antes de optar para um estudo de réplica, você deve falar com o Professor e/ou a Monitora da disciplina.
  • ATENÇÃO – um estudo de viabilidade NÃO é um estudo piloto da sua dissertação ou tese.
    Um estudo piloto pode ser definido como “o teste preliminar” ou estudo para testar procedimentos e descobrir problemas antes de iniciar o estudo principal. Num piloto, realiza-se o estudo por inteiro com todos os seus instrumentos e procedimentos em miniatura (vide, Vogt, 1993, p. 172).
    As questões de um estudo de viabilidade são anteriores e tratam, além de aspectos metodológicos e processuais, questões do contexto dentro do qual se pretende realizar o estudo e implicam, ainda, em uma reflexão acerca das competências do próprio pesquisador. Portanto, implícito na tarefa são reflexões e discussões aprofundadas que constituem a parte mais importante do trabalho:

    • sobre o que deu certo;
    • sobre o que não deu certo;
    • se um estudo como este de fato é viável ou não; por que sim, por que não?
    • o que teria de ser feito para assegurar a sua viabilidade;
    • de que maneira este estudo de viabilidadede contribuirá para a realização de um estudo futuro da dissertação ou tese,
    • a viabilidade metodológica – acesso a participantes, adequação de instrumentos, ética dos procedimentos;
    • implicações para a análise de dados – aproveitando os ensinamentos da disciplina Métodos Inferenciais.

Desta maneira, no seu relato / artigo você vai falar da realização de duas tarefas:

  1. a realização do estudo em si – introdução, método, resultado e discussão;
  2. a reflexão acerca da realização do estudo e da sua viabilidade para tornar-se uma dissertação ou tese. Colocado de outra maneira, dado o estudo (1) o que será / seria feito diferentemente ao realizar uma segunda versão de tal pesquisa.

Atividade 3 (15% da nota)

  • apresentação da pesquisa numa sessão de apresentação oral, de até 10 minutos via YouTube. Os links para os respectivos YouTubes devem estar disponibilizados até sexta-feira, dia 27 de novembro, para que os colegas tenham oportunidade de assistir as apresentações antes  da discussão – até 5 minutos para cada apresentação – em sala de aula do dia 02 de dezembro.

Atividade 4 (30% da nota)

  • apresentação da pesquisa em forma de artigo segundo os padrões exigidos pela revista Psicologia: Teoria e Pesquisa.
  • A nota desta tarefa basear-se tanto em aspectos formais (i. é, de ter seguido ou não as normas de publicação), quanto substantivos.
  • Você deve seguir as instruções para autores dessa revista. A página da revista oferece as normas para publicação. Vide, tb., as normas da APA (Manual 7th Ed APA (2019)).
  • trabalho final entregue até 09/12 às 17:30

Em função da natureza desta atividade

e das dificuldades de colegas de semestres anteriores e da necessária reflexão sobre a viabilidade da mesma, seguem algumas observações sobre a estrutura do relato acerca do seu estudo de viabilidade.
Cabe, ainda, ressaltar, que existem dois objetivos para o estudo de viabilidade:
(a) uma (auto-)reflexão crítica sobre o próprio trabalho almejado – o fato do mesmo ter sido realizado anteriormente por outro não garante que vai ter êxito novamente,
(b) sendo PPP uma disciplina na qual serão apresentados e considerados uma série de delineamentos, a estrutura deste trabalho terá como finalidade adicional a verificação do grau da assimilação, por parte do aluno, de abordagens alternativas,
(c) pelo menos um colega verbalizou que em função da pandemia teria de re-pensar a maneira de acesso aos participantes do seu trabalho. Suspeito, que não deve ter sido o/a único/a. Além do mais, quiça, um ou outro para até mudado o foco do seu estudo.
Assim, o seu artigo deve ter a seguinte estrutura / organização e deve tratar das seguintes assuntos, nesta ordem, além dos demais partes de um artigo científico:

  1. <a título de introdução geral>
    1. Natureza do tema escolhido, maneira como foi pesquisado anteriormente;
    2. Justificativa de realizar um estudo sobre o tema
    3. Reflexão sobre as diferentes opções metodológicas para tratar o tema escolhido – i.e, métodos, abordagens, etc. Obviamente, existem mais do que uma só maneira e não se precisa, aliás, nem seria possível, falar de “todas” as alternativas. Porém, espera-se que, no espírito deste exercício, sejam tratados dois ou três alternativas e que seja justificado a sua escolha do seu método: população, instrumento, interação (procedimento) com a população alvo;
    4. Desta maneira, ao falar sobre as vantagens do “seu” método (participantes, instrumentos, procedimentos, análise de dados, etc.) será, igualmente, necessário falar sobre as alternativas. Em outras palavras, cabe tratar de pelo menos uma das alternativas apontadas (por exemplo, aplicar um questionário implica em X, razão pela qual foi escolhido, já a realização de uma observação sistemática implicaria em Y, sendo que as suas implicações dificultariam e/ou inviabilizariam este estudo). Idem, no que diz respeito aos sujeitos, instrumentos, procedimento de análise de dados, etc.
    5. Vale lembrar, que esta parte remete-se ao objetivo (b) mencionado acima. Portanto, não deve ser ignorado sob suposição de “ja sei o que quero”. 
    6. Repetindo, refletir sobre diferentes métodos implica, neste contexto, tratar tanto da justificativa de realizar um estudo valendo-se do método A, quanto justificar a não-utilização do método B.
    7. Conclui-se esta secção com a pergunta / hipótese: o método / procedimento será testado quanto a sua viabilidade por meio de um estudo com o método X escolhido.
  2. <a título de método>
    1. Apresentação de como foi realizado o estudo de viabilidade. Esta parte, portanto, consiste de:
      1. <uma introdução> – uma breve retomada ou expansão do que foi dito no item 1.2. & 1.3. acima;
      2. <um método> – o que de fato foi feito em termos de população, amostragem, instrumento, procedimento, análise;
      3. <os resultados> – o que de fato foi encontrado;
      4. <uma discussão> – o que os resultados encontrados podem significar.
  3. <a título de resultados>
    1. Diante das perguntas listadas no ponto 1.7. acima, o resultado consiste no relato de o quanto se teve sucesso com o método X utilizado no estudo. Obviamente, esta parte (provavelmente de cunho mais qualitativo) não deve ser confundida com o resultado 2.3. acima, resultado este que, provavelmente, terá um cunho mais quantitativo.
  4. <a título de discussão dos resultados>
    1. Diante os resultados (ponto 3. acima) e os pontos levantados na introdução geral, 1., qual, afinal das contas, a viabilidade de realizar um estudo desta natureza usando o método X por você escolhido? Falta algo que o tornaria (mais) viável? O que precisa de especial atenção para assegurar que o estudo dará certo? Escolhendo uma das alternativas metodológicas mencionadas / consideradas na introdução, quais as implicações para a viabilidade do estudo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s